quinta-feira, outubro 07, 2021

Día de la Hispanidad

 

El Día de la Hispanidad se conmemora el descubrimiento de América por parte de Cristóbal Colón en 1492. A partir de entonces se inició el contacto entre Europa y América, lo que cambió la visión del mundo.

La celebración tiene lugar cada 12 de octubre, donde se celebra un desfile militar al que asisten el Rey junto a la Familia Real y los representantes más importantes de todos los poderes del Estado, además de la mayoría de los presidentes de las autonomías españolas.

La palabra HISPANIDAD significa el conjunto de países de habla y cultura hispana. El idioma castellano es lengua oficial de 21 países. La mayoría de ellos se sitúa en el continente americano.

https://www.nationalgeographic.es/video/tv/por-que-celebramos-el-dia-de-la-hispanidad

https://www.diainternacionalde.com/ficha/dia-raza 

Estante do Mês - Outubro 2021

 



O ano começou com dança, clubes, projetos, desporto, atividades… só faltava a estante do mês. Uma vez que as aulas tiveram início quase no fim de Setembro, não valia a pena mostrarmos as nossas novidades fresquinhas. Por isso, a equipa optou por começar esta – já tradicional – apresentação em Outubro.

Esta estante não tem um tema em particular, por isso mesmo a escolha é muito variada. Há livros para jovens, há livros para crianças. Há histórias policiais, há histórias de mistério. Há livros para rir e há livros que comoverão qualquer leitor. Há livros de grande literatura clássica, e há aqueles que oferecem puro entretenimento. E há histórias imaginárias e histórias verídicas. Não importa o gosto, o que interessa é que a comunidade escolar leve para casa a viagem mais barata do planeta Terra: a leitura.

Passem por cá, serão sempre bem-vindos!

 

Link para o e-book:

https://issuu.com/sandracosta075/docs/estante_do_m_s_-_becre.pptx

Newsletter Outubro 2021

 



Mais um ano letivo, mais uma Newsletter. Fazemos aqui uma retrospetiva sobre o que se passou em setembro, assim como o que temos previsto para este mês de outubro. Disponível em http://be.ae2serpa.pt/ficheirosbiblioteca/newsletters/Newsletterout2021.pdf

quinta-feira, julho 01, 2021

Menções honrosas no concurso Uma Aventura... Literária 2021

 


Os nosso alunos Marta Horta, Neide Cubaixo e Tiago Silva participaram no concurso Uma Aventura... Literária 2021, na categoria de Crítica, tendo sido galardoados com menções honrosas. A todos os nossos parabéns, e esperamos que a vossa participação no concurso vos inspire a continuar a participar em mais iniciativas como esta, e que inspire os restantes alunos da escola a seguir os vossos passos.






quinta-feira, junho 17, 2021

Antes Esquecidas, Hoje Amadas

 

Já estava prometida há muito tempo: uma compilação de todos os materiais da atividade acima mencionada, realizada ao longo do mês de novembro do ano passado. Foram muitas as turmas do Ensino Secundário que participaram neste evento, e as discussões foram apaixonantes. A questão “Educação vs Biologia” sempre criou polémica, e esta foi precisamente uma das razões por que esta atividade foi criada.

Ora vejamos: a propósito do dia 25 de novembro – Dia mundial pela eliminação da violência contra as mulheres – em vez de mencionarmos as eternas estatísticas deprimentes, a equipa da biblioteca optou por algo completamente diferente. Quis demonstrar que tanto os homens como as mulheres conseguem ser criativos e inventivos, ambos fizeram História (mesmo num tempo em que tradicionalmente as mulheres não eram vistas como sendo iguais aos seus colegas), e aproveitou também para falar um bocado de um vasto grupo de inventoras, pintoras, compositoras, escritoras e cientistas que atualmente estão a ser ressuscitadas, relembradas e estudadas nas faculdades.

É extraordinário: muitas foram respeitadas e amadas no seu tempo. Simplesmente, o Tempo apagou-as dos manuais escolares e das enciclopédias, tal como fez com muitos homens (é o caso, por exemplo, de Nicola Tesla e Antonio Vivaldi). O Tempo é uma criatura muito estranha, apaga da memória coletiva muitos génios mas imortaliza homens e mulheres medíocres, vá-se lá saber porquê…

No fim da visita guiada à exposição, as turmas ainda brincaram com frases cheias de “ideias feitas” (os homens lidam melhor com o conflito do que as mulheres, os homens percecionam melhor o espaço do que as mulheres, etc). Cada aluno recebeu uma frase que tirou à sorte e foi pesquisar na internet se a citação era verdadeira ou falsa (de acordo com as novas descobertas científicas). Estas fichas podem ser consultadas no espaço da biblioteca.

Esta foi, sem dúvida, uma atividade que nos deu imenso prazer realizar. Até porque nós próprios aprendemos bastante com ela.

Divirtam-se!

Links para os e-books:

1) Antes esquecidas, hoje amadas: mulheres que fizeram história no seu tempo, e que hoje estão a ser relembradas.

https://issuu.com/sandracosta075/docs/antes_esquecidas_hoje_amadas_incompleto.pptx

2- Quem inventou o quê? -  Homens e mulheres que fizeram História.

https://issuu.com/sandracosta075/docs/quem_inventou_o_qu_cientistas_terminado.pptx

3 - EXPOSIÇÃO “Antes esquecidas, hoje amadas”.

https://issuu.com/sandracosta075/docs/exposi_o.pptx

Sabes qual é o significado do teu nome?

 

A propósito do Dia Europeu das Línguas - 25 de setembro – o nosso agrupamento e a equipa da biblioteca estiveram muito ocupados: desde palestras até exposições, desde estantes de livros até teatro, não faltou nada. No caso da biblioteca, a nossa equipa criou uma atividade que consistia em informar os alunos acerca de palavras corriqueiras que nós usamos, e que nem sequer sabemos a sua origem. Várias delas chegaram até a mudar de significado, ao longo dos tempos. Por exemplo: sabiam que a palavra “Bully” originalmente era uma palavra positiva?

Para terminar, os alunos receberam não só um marcador de livros, mas também levaram para casa um infográfico com o seu nome, de onde vem, e algumas curiosidades à volta dele.

Como é de se esperar, vários já o perderam, por isso pediram-nos que colocássemos estes materiais na net, para que eles possam recuperá-los. Assim, aqui vão eles.

Leiam com atenção, é uma leitura bem divertida.

E-Book Origem de alguns nomes:

https://issuu.com/sandracosta075/docs/origem


terça-feira, junho 15, 2021

Projeto Futurama: a voz muito especial dos artistas.

 

Se alguém disser que nada se passa no Baixo Alentejo, só pode estar a viver debaixo de uma pedra: o Projeto Futurama, coordenado pelo diretor artístico John Romão, a que se juntaram outras entidades parceiras como A Liga para a Proteção da Natureza-LPN, os municípios de Serpa, Mértola e Castro Verde e outras instituições do concelho de Beja, tem como principal objetivo a descentralização cultural da arte contemporânea no Baixo Alentejo.

Uma das vertentes que compõem o Projeto Futurama é o programa educativo, da qual a nossa Escola é parceira e que pretende trazer mensalmente às escolas um artista. Assim, os alunos podem contactar com as obras e respetivos processos criativos, permitindo o debate e a reflexão crítica. A articulação do projeto com a escola está a ser realizada com a professora Filipa Figueiredo e já contou com duas sessões. A primeira com Jonh Romão, numa sessão on-line com as turmas 11º C e 10ºB, onde foram abordados os objetivos deste programa, uma breve conversa sobre arte contemporânea, e ainda sobre os diferentes trabalhos do diretor artístico enquanto programador/curador cultural ou enquanto encenador. Esta segunda sessão esteve presente o artista António Poppe. 


No dia 21 de maio, as duas turmas tiveram a segunda sessão, desta vez presencial. Como o Covid estava a dar tréguas aos portugueses, o governo relaxou um bocadinho, e foi possível pessoas fora da escola interagirem com os alunos e professores.

Antonio Poppe faz extraordinária Arte, uma arte muito pessoal e muito própria (podem aceder à sua página do Instagram AQUI). Parece uma arte “simples”, “que qualquer um pode fazer”, mas não podíamos estar mais enganados: há método, meditação, ponderação, disciplina, criatividade. Ele próprio trouxe obras suas para mostrar aos alunos, e falou das suas experiências de vida, que o inspiram para o prazer de criar. Algo que é muito importante demonstrar a estas novas gerações, para que também os alunos se motivem e explorem a sua própria criatividade.


Durante a segunda sessão, esteve também presente Vítor Alegria, responsável pela produção do Projeto. Vítor Alegria acompanha os artistas e faz a mediação entre as entidades parceiras durante as atividades. É, em poucas palavras, o representante do Projeto Futurama

Diferente e inesperado, precisamos de eventos deste calibre.
 


 

Seremos escravos, no futuro?

 


Foi esta a questão que colocámos aos alunos da turma B do 8º ano, no dia 22 de Abril, na biblioteca da Escola Secundária de Serpa. 

E é uma questão pertinente: num tempo em que estamos cada vez mais prisioneiros das máquinas, do mundo digital, dos bancos e das corporações, vigiados constantemente por câmaras em toda a parte, até nas nossas casas, que liberdade nos resta? E, ainda mais importante, o que devemos fazer para preservar a pouca liberdade que ainda nos resta? 

Para isso, foi criada uma exposição, um debate e um exercício de “Caça ao artigo” (podem ser vistos nos dois E-BOOKs indicados no fim deste post). No primeiro caso, a biblioteca foi inundada com artigos da Constituição da República e da Declaração Universal dos Direitos Humanos, e estes seriam mais tarde usados na tal “caça ao artigo”. Mas antes, os alunos receberam uma brochura chamada O que é a Liberdade?, com o intuito de aguçar o apetite e puxá-los para uma discussão saudável, cujo tema é Seremos Escravos, no Futuro? 

Duas folhas foram apresentadas. A primeira chamava-se Previsões Pessimistas para o ano de 2050. Os jovens teriam que encontrar pelo menos duas que, na sua opinião, tinham a certeza absoluta de que iriam acontecer. Seguiu-se depois uma discussão. 

O mais triste aconteceu, quando a professora da BECRE perguntou à turma que ações positivas previam para as próximas décadas.  Reparou com muita preocupação que nenhum dos miúdos tinha uma visão otimista do futuro. Com efeito, quando se tratou de falar das más, a turma não se calou. Quando chegou o momento de falar das boas, o silêncio era bem sonoro. Só quando finalmente receberam a segunda folha (Previsões otimistas para o ano de 2050) é que finalmente entenderam que nem é tudo é negro, no futuro.


Terminado o debate, passou-se para a atividade “caça ao artigo”. As professoras presentes explicaram a importância que uma constituição da república tem para um país inteiro. É dela que emanarão todas as leis, economia, direitos humanos, liberdades privadas e públicas, sexualidade, educação, saúde, cultura, etc. Sem uma constituição em Portugal, nenhum Português teria os seus direitos protegidos. Por isso mesmo, ignorar a Constituição da República é meio caminho andado para perdermos a nossa Liberdade. Quando à Declaração Universal dos Direitos Humanos, esta também foi contemplada, uma vez que esta carta foi a primeira carta global, atenta aos problemas do mundo inteiro.

 Pediu-se aos alunos - através da folha Previsões pessimistas para o ano de 2050 - que procurassem artigos, de uma ou das duas constituições, que tivessem como objetivo impedir que esta má previsão acontecesse. Por exemplo, artigos que defendem a educação e a saúde protegerão futuramente os pobres das próximas décadas, pois estes não terão dinheiro para se curar e tratar ou para ir à escola. Desta forma, a previsão pessimista “A saúde será um privilégio de poucos” poderá ser evitada.

 Ao princípio, estes jovens estranharam esta atividade, mas depressa começaram a encontrar artigos que foram mesmo pensados para prevenir abusos futuros. Com efeito, o objetivo desta sessão foi alertar os alunos para o facto de que a Liberdade é muito frágil, e temos que estar sempre muito atentos, para que os poderosos não nos roubem o que é nosso por direito. No fim, a turma levou para casa as folhas com os artigos indicados.

 Foi uma aula diferente: debateram, discutiram, tentaram adivinhar o futuro, pesquisaram sem a ajuda de nenhum smartphone ou computador. A sessão durou praticamente a aula toda. Mas saíram bem-dispostos da biblioteca.

 Um grande abraço e obrigada à turma B do 8º ano, e obrigada à professora Maria Papá Almeida, por ter colaborado com mais uma das nossas atividades. Para o ano há mais!

 E-BOOKS:

Atividade Seremos Escravos, no Futuro?

https://issuu.com/sandracosta075/docs/seremos_escravos_no_futuro_e-book.pptx

 Duas Constituições, as mesmas leis - Exposição na Biblioteca Escolar

https://issuu.com/sandracosta075/docs/ebook_constitui_es_ppt_f9e6bd141c4061


quarta-feira, junho 09, 2021

Ler com amigos é ainda melhor!

 


Que o digam os alunos da turma A do 7º ano, da Escola Secundária de Serpa!

Motivar as crianças e jovens para a leitura é provavelmente uma das tarefas mais difíceis de se realizar no século XXI. Os professores têm que dar voltas à cabeça para encontrarem aquele livro, aquela história que seja capaz de os “agarrar” no minuto zero. Ora, o primeiro volume da Série Cherub (O Recruta, de Robert Muchamore) é uma destas histórias que captam logo a atenção do leitor.

Esta atividade da RBE chegou a ser realizada em Novembro, na Escola Básica de Vila Nova de São Bento, e duas turmas do 5º e 6º ano foram contempladas (professoras Rosa Santos e Cristina Pimenta). Chegaram a ser escolhidos os livros para a leitura! Porém, o maldito Covid baralhou as contas todas. Quando finalmente foi possível voltar à estaca zero, já íamos no mês de Março. Assim, decidiu-se continuar com a atividade, mas desta vez com outra turma. Coube ao professor José Gaspar e à turma do A do 7º ano “carregarem a tocha.”

Inicialmente, os alunos – antes de ler o 1º capítulo – viram imagens relacionadas com o mesmo, e tentaram adivinhar através delas como seria a história. Seguidamente, leram em conjunto, e gostaram tanto que pediram para levar o 2º capítulo para casa. Fizeram previsões do que iria acontecer nas próximas páginas e levaram a pequena pastinha – criada só para eles – como recordação.

Espera-se na próxima semana que a turma responda a uma sondagem mentimeter, e que crie uma nova capa para o livro, relacionada com os conteúdos do 2º capítulo. Os 3 alunos que mais imaginação demonstrarem levarão para casa o livro O recruta, oferta da escola!

Por agora, fiquem com as fotos tiradas durante esta atividade. Assim que tivermos resultados, ficarão aqui expostos, para todos verem.

Link doe-book aqui.



terça-feira, junho 08, 2021

Duas turmas, uma poetisa

 

Nos dias 27 e 28 de Maio, a equipa da BECRE desenvolveu com as turmas A e B do 8º ano (professora Maria Papá Almeida) uma atividade de escrita criativa. Esta mesma teve como objetivo dar a conhecer aos alunos a obra poética da escritora Maria do Rosário Carvalhal.

Já estava programada há meses uma sessão na biblioteca com a autora, porém desejava-se também que as turmas já tivessem tido contacto com os poemas da mesma. Para isso, esta pequena atividade de escrita criativa serviu precisamente para isso mesmo: pôr os alunos a ler, discutir e brincar com a poesia da escritora acima referida.

Vejam o vídeo e o ebook que criámos (podem acedê-lo aqui).


 Os resultados dos nossos jovens são extraordinários. Eles próprios ficaram surpreendidos com os resultados, e agora têm orgulho de ver os seus poemas expostos no espaço da biblioteca e publicados na net, para todos verem e apreciarem. No entanto, vários preferiram escolher o anonimato, pois estavam convencidos de que ninguém iria gostar dos trabalhos deles…

Parabéns aos alunos dos 8º anos, obrigada à professora Maria Papá Almeida, e agradecemos a simpatia e a prodigiosa imaginação da escritora Maria do Rosário Carvalhal.

Para o ano há mais!

Prémios de participação no Concurso Nacional de Leitura - Alunos da Escola Secundária de Serpa

 


Hoje, finalmente, foi a vez de os alunos da Escola Secundária de Serpa receberem os merecidos prémios de participação no Concurso Nacional de Leitura. A equipa das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas nº 2 de Serpa vem por este meio agradecer, novamente, o interesse e empenho de todos os alunos do agrupamento que participaram na 14ª edição do Concurso Nacional de Leitura, neste ano letivo de 2020/2021, assim como a todos os docentes que os acompanharam ao longo de todo o concurso e sem a colaboração dos quais se tornaria impossível a realização do mesmo no nosso agrupamento.

Os presentes, sob a forma de livros escolhidos pelos próprios alunos, foram os seguintes:

-Mariana Batista- "O Violino de Auschwitz" de Maria Àngels Anglada

-Beatriz Mestre- "Nem todas as baleias voam" de Afonso Cruz

-Guilherme Ramos- "O Livro" de José Luís Peixoto

-Leonor Coelho- "Clepsidra" de Camilo Pessanha

Contamos com a vossa presença em futuras edições do Concurso Nacional de Leitura, e reforçamos desde já que todos os alunos do agrupamento estão convidados a juntar-se a vós nesta grande festa da leitura já no próximo ano letivo!

Final do concurso "Leituras na Planície"

 


Decorre amanhã a final do concurso "Leituras na Planície", um concurso de leitura expressiva no qual a nossa escola participou. Temos uma aluna apurada para a grande final, que decorrerá por videoconferência, pelo que queremos convidar toda a comunidade escolar a assistir.

A sessão da manhã, a partir das 9:00, é dedicada aos mais pequenos,e pode ser acompanhada através deste link.

Podem seguir a final do concurso onde participa a nossa aluna, Mariana Batista, do 9º ano, a partir das 14:30 de amanhã, dia 9 de junho, aqui.

sexta-feira, junho 04, 2021

Prémios de participação no Concurso Nacional de Leitura


 A equipa das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas nº 2 de Serpa vem por este meio agradecer, novamente, o interesse e empenho de todos os alunos do agrupamento que participaram na 14ª edição do Concurso Nacional de Leitura, neste ano letivo de 2020/2021, assim como a todos os docentes que os acompanharam ao longo de todo o concurso e sem a colaboração dos quais se tornaria impossível a realização do mesmo no nosso agrupamento.

Para não ficarmos apenas pelas palavras, decidimos agraciar os nossos alunos com uma pequena oferta, que esperamos ser não só um presente agradável, mas também um estímulo para que continuem a ter hábitos de leitura e um incentivo a participar nos concursos que, todos os anos, continuaremos a divulgar junto dos alunos.

Os presentes, sob a forma de livros escolhidos pelos próprios alunos, foram os seguintes:

João Sousa: "Uma Aventura no castelo dos 3 tesouros" de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

Francisca Lobato: "Amor em tempos de Cólera" de Gabriel Garcia Márquez

Daniela Martins: "Explicar o Mundo" de Steven Weinberg

Para a semana que vem, será a vez dos alunos da Escola Secundária de Serpa, que também receberão as respetivas ofertas. Contamos com a vossa presença em futuras edições do Concurso Nacional de Leitura, e reforçamos desde já que todos os alunos do agrupamento estão convidados a juntar-se a vós nesta grande festa da leitura já no próximo ano letivo!

segunda-feira, maio 31, 2021

Dia Mundial da Biodiversidade

 


Os alunos Neide Cubaixo, Marta Horta e Tiago Silva comemoraram o dia mundial da biodiversidade, 22 de maio, efetuadando sementeiras em vaso no âmbito de uma atividade experimental sobre a influência da luz no desenvolvimento das plantas, neste caso, dos tomateiros. Esta atividade culminou com a realização de um póster científico para representar os dados observados, que se inclui em anexo, ou que pode ser descarregado aqui. A atividade foi realizada no âmbito das atividades para a vida diária dos alunos.



segunda-feira, maio 24, 2021

A Maior Flor do Mundo, de José Saramago

 

Na passada semana, entre os dias 17 e 21 de maio, a professora Isabel Pereira apresentou como dinamizadora da Biblioteca Escolar, a obra A Maior Flor do Mundo de José Saramago. Participaram as quatro turmas do 1º Ciclo de Vila Nova de São Bento.

A história foi contada/dramatizada expressivamente, transmitindo as sensações e emoções que a personagem principal ia vivenciando, realçando a importância dos valores transmitidos pela obra, tais como: a bondade, a solidariedade, a persistência, a preservação do ambiente e importância da água…

Os alunos realizaram ainda diferentes tarefas, de acordo com os níveis de ensino de cada turma (poderão encontrar os materiais utilizados aqui, caso os queiram imprimir e aplicar). Todas as atividades foram concretizadas com bastante empenho e interesse, sendo as mesmas do agrado das crianças.



Para terminar, fica com um pequeno excerto da história. Muito obrigado a todos os alunos, que com a sua participação coloriram ainda mais este belo conto, a todas as docentes das turmas envolvidas e à professora Isabel Pereira.








sexta-feira, maio 21, 2021

Divulgação - Blogue da EB1 de Vila Verde de Ficalho

 



Viemos hoje divulgar, antes que comece o fim-de-semana, o blogue de uma das escolas do nosso agrupamento, a EB1 de Vila Verde de Ficalho. Nele, poderão encontrar fotos das atividades desenvolvidas nesta escola, trabalhos realizados pelos alunos, e a divulgação de ações junto da comunidade educativa. Fica o convite para uma visita virtual a Ficalho, disponível aqui.

quinta-feira, maio 20, 2021

Comunidade de leitores - "Ler com amigos é ainda melhor!"

 

Decorreu hoje, no espaço da Biblioteca Escolar, a atividade "Ler com amigos é ainda melhor!", dinamizada pela professora Sandra Costa, com a presença da turma 7ºA, acompanhada pelo professor de Português, José Gaspar.

Esta é uma das atividades propostas pela Rede de Bibliotecas Escolares no âmbito do programa "Aprender com a Biblioteca Escolar", proposta para alunos do 2º ciclo mas facilmente adaptável a outros níveis de ensino. A planificação da atividade desenvolvida pode ser encontrada aqui.

Os nossos alunos leram previamente o primeiro capítulo de O Recruta, de Robert Muchamore, ao que se seguiu a leitura em voz alta de excertos da obra, que foi selecionada por abordar assuntos que lhes são familiares e que podem despertar o interesse dos alunos para a leitura recreativa, para que nunca percam o hábito de ler por gosto, para que exponham as suas ideias em voz alta e saibam pensar criticamente, opinar sobre diversos temas, exprimir os seus sentimentos. Os alunos foram, finalmente, convidados a continuar a leitura da obra em casa, para que possam continuar a discuti-la numa próxima sessão.

Queremos agradecer a presença, interesse e empenho de todos, esperando que regressem em breve!

quarta-feira, maio 12, 2021

Direitos do Consumidor


 Decorreu na segunda feira, pelas 10:00, uma sessão no CIA sobre os direitos do consumidor, sessão que se dirigiu a todos os alunos de Economia da Escola Secundária de Serpa.

 A sessão foi dinamizada pela Dr,ª Natália Leite, do Centro Europeu do Consumidor, e pelo Dr. Ricardo Cataluna da Europe Direct do Baixo Alentejo.

Poderão aceder à apresentação utilizada na sessão aqui.

terça-feira, maio 11, 2021

Portugal na Europa - Que desafios e oportunidades?


Tivemos hoje mais uma visita na nossa biblioteca, desta vez em formato de videoconferência, da Europe Direct. As turmas 11ºB e 11ºC assistiram à sessão, contribuindo para os seus conhecimentos de cidadania e a necessidade de a praticar ativamente mas, principalmente, para a disciplina de Geografia, abordando não só os temas relacionados com o território europeu, mas também as relações políticas, comerciais e de desenvolvimento humano e económico que advêm daquilo que é a União Europeia na qual Portugal se insere desde o já longínquo ano de 1986.

A todos, alunos, professores, convidados, um grande obrigado pela vossa presença!


segunda-feira, maio 10, 2021

Leituras criativas sobre a Europa

 


Decorreu hoje, no espaço da Biblioteca Escolar da Escola Secundária de Serpa, a atividade "Leituras criativas sobre a Europa", organizada pela professora Filipa Figueiredo, juntamente com a turma 11ºC, com a presença do jornalista Paulo Barriga. A assistir à sessão esteve a turma 10ºC.



Esta atividade inseriu-se nas comemorações da Semana da Europa, que vai de 10 a 14 de maio. Queremos agradecer a presença de todos!


sexta-feira, maio 07, 2021

Dia da Europa 2021: cultura, mobilidade sustentável e visões para o futuro

 

Junto anexamos a mensagem da comissão Europeia sobre o Dia da Europa 2021 o próximo 9 de maio (domingo), disponível aqui. No mesmo link encontrarão o programa cultural online dos eventos comemorativos:

"No ano em que se assinala o 35º aniversário da adesão de Portugal ao projeto europeu, a Comissão Europeia em Portugal assinala o Dia da Europa com uma variedade de iniciativas para promover a proximidade e o debate sobre o futuro da Europa. Encontre alguns exemplos infra e mais informações na página dedicada. Participe e acompanhe com os marcadores #EuropeDay e #DiadaEuropa."

terça-feira, maio 04, 2021

5 de maio: Dia Mundial da Língua Portuguesa

 


A Direção Regional de Cultura do Alentejo solicitou às Bibliotecas Escolares alentejanas que divulgassem as atividades que promoverão amanhã, dia 5 de maio, e que podem ser vistas aqui. Junto anexamos a mensagem completa da página em questão:

"A Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo) celebra o Dia Mundial da Língua Portuguesa, 5 de maio, com a 2.ª edição do projeto "Nossa Língua - Nosso Chão", em parceria com a Chão Nosso, crl e a Andante - Associação Artística.


"Nossa Língua, Nosso Chão" é um projeto criado especificamente para assinalar esta data, tendo por objetivo apoiar os esforços de valorização, promoção e difusão da nossa língua junto de diversos públicos, em colaboração com rádios locais do Alentejo e com o apoio de Bibliotecas Públicas portuguesas.

Esta segunda edição tem o Tempo como eixo temático e conta com quatro segmentos sonoros constituídos por leituras de textos de vários autores portugueses - entre os quais Alice Vieira, Cristina Pombinho, João Pedro Mésseder, José Luís Peixoto, Maria da Conceição Ruivo, Vítor Encarnação - ,  música e depoimentos sobre as questões da Língua, das línguas, também o barranquenho, dirigidos a audiências de diferentes faixas etárias.

Ficha Técnica
Consulte aqui


Áudios promocionais do projeto:

"Nossa Língua, Nosso Chão"

O que é a Língua? Opinião de crianças


Os quatro blocos serão emitidos ao longo do dia 5 de maio, nas frequências das rádios indicadas, às quais se pode aceder também online, através das ligações que se seguem,e serão também divulgados nas respetivas redes sociais em podcast:

  • Rádio Campanário (Vila Viçosa) - 90.6 FM Facebook

    Bloco 1 - No meu tempo - 09h00
    Bloco 2 - Este tempo - 10h00
    Bloco 3 - A tempo - 11h30
    Bloco 4 - A Língua - 16h30
  • Rádio Diana FM (Évora) - 94.1 FM - Poadcast - Página da Rádio Diana FM
    Também divulgado nas páginas de Facebook Twitter da Rádio Diana FM

    Bloco 1 - No meu tempo - 10:20h
    Bloco 2 - Este tempo -12:00h
    Bloco 3 - A tempo - 17:00h
    Bloco 4 - A Língua - 18:00h
  • Rádio Clube de Grândola (Grândola) - 91.3 FM - Facebook

    Bloco 1 - No meu tempo - 10:00h
    Bloco 2 - Este tempo - 12:00h
    Bloco 3 - A tempo - 16:00h
    Bloco 4 - A Língua - 19:30h
  • Rádio Telefonia do Alentejo RTA (Évora)- 103.2 MHz - Poadcast -Página da RTA

    Bloco 1 - No meu tempo - 09:05h
    Bloco 2 - Este tempo - 12:15h
    Bloco 3 - A tempo - 16:05h
    Bloco 4 - A Língua - 20:05h
  • Rádio Sines (Sines) - 95.9 FM - Poadcast - Página da Rádio Sines

    Bloco 1 - No Meu Tempo - 11:20h
    Bloco 2 - Este Tempo - 13:35h
    Bloco 3 - A Tempo - 16:35h
    Bloco 4 - A Língua - 18:20h
  • Rádio Vidigueira (Vidigueira) - 90 FM - Facebook

    Bloco 1 - No Meu Tempo - 09:30h
    Bloco 2 -  Este Tempo - 11:30h
    Bloco 3 - A Tempo - 14:30h
    Bloco 4 - A Língua - 17:30h
  • Rádio Voz da Planície (Beja) - 104.5 FM - Facebook

    Bloco 1 - No Meu Tempo - 09h30
    Bloco 2 -  Este Tempo -13h02
    Bloco 3 - A Tempo - 16h00
    Bloco 4 - A Língua -18h00

 

imagem do projeto é da autoria de Susa Monteiro e as músicas originais de Dinis Costa.

 
O dia 5 de maio foi instituído em 2009 pela CPLP como dia da Língua Portuguesa e da Cultura. Em 17 de outubro de 2019 o Conselho Executivo da UNESCO aprovou, por unanimidade, a proposta dos países da CPLP para que este dia passasse a ser o Dia Internacional da Língua Portuguesa, facto que se assinala este ano pela segunda vez.

Unindo cerca de 260 milhões de falantes em quatro continentes, prevê-se que esta seja uma língua cada vez mais global e que no final deste século sejam 500 milhões a falá-la, o que lhe confere uma dimensão mundial justamente celebrada."

sexta-feira, abril 30, 2021

Visita de Estudo Virtual a Sintra

 



A obra Os Maias, de Eça de Queirós (acessível na sua versão completa e gratuita aqui), será uma das obras que mais convida a visitar os locais onde a ação decorre. Uma das visitas mais icónicas da obra será a visita a Sintra, recorrendo o mesmo caminho que Carlos e Cruges fazem no capítulo VIII da obra (página 180 da edição que anexámos acima). Uma vez que a visita de estudo presencial é impossível este ano, dadas as condições de segurança impostas pela pandemia, publicámos hoje no nosso site um guião para realizar uma visita de estudo virtual, com recurso ao Google Street View, durante a qual terão a transcrição dos textos que, normalmente, utilizaríamos para conhecer a história dos locais, nos quais também leríamos os excertos da obra destacados no guião. Poderão aceder-lhe na secção de recursos do nosso site, ou diretamente aqui. Os professores que desejem realizar alguma alteração ao guião, têm também disponível uma versão editável em Word nesta ligação. Boas leituras e boa viagem!

25 de abril - Trabalhos dos alunos

 



Falando em Liberdade, temos ainda este vídeo sobre o 25 de abril, realizado pelos alunos Neide Cubaixo, Marta Horta e Tiago Silva, no âmbito da disciplina de português.

A liberdade foi celebrada na biblioteca.

 

E muito foi conseguido, no espaço de um século!: o fim da segregação racial, o voto das mulheres, o privilégio de podermos revelar em público a nossa sexualidade, a conquista da democracia, o direito de mudarmos de religião ou de, simplesmente, não a termos. Há muito para fazer? Sem dúvida. Porém, olhando para trás, ficamos abismados com o muito que já conquistámos. No entanto, visionários como Nelson Mandela já avisaram: A liberdade nunca pode ser tomada por garantida. Cada geração tem de salvaguardá-la e ampliá-la. Os vossos pais e antepassados sacrificaram muito para que pudésseis ter liberdade sem sofrer o que eles sofreram. Usai este direito precioso para assegurar que as trevas do passado nunca voltem.

Foi no dia 23 de Abril, no horário da manhã. Antes da sessão, só faltou à equipa da biblioteca contratar a NASA para desinfetar todo o espaço, desde cadeiras até livros, desde o chão até à obrigatoriedade de trazer a máscara e desinfetar as mãos à entrada desta sala. E, no fim da atividade, lá voltámos à limpeza total. É verdade que a Liberdade é crucial para todos nós, mas esta maldita pandemia que nunca mais acaba restringiu muitos dos nossos movimentos. Assim, a palavra “responsabilidade” foi também valorizada no nosso vocabulário. Como já toda a gente devia saber, os nossos direitos terminam quando põem em risco a saúde dos outros.

As professoras Maria João Brasão e Susana Moreira realizaram, em conjunto com a turma 12ºC e quatro alunos da Academia Sénior de Serpa, um momento lindíssimo, dedicado a muitos poetas que cantaram e celebraram a Liberdade, o desejo de vivermos num mundo onde todos têm o direito de escolher o seu caminho e o seu destino, independentemente da pele, género, escolha sexual ou religião. Depois do recital, seguiu-se um debate com os alunos do 9º A e do 10ºC, e questões como “O que é a Liberdade, para ti? ou “Quando é que tu te sentes livre”? foram abordadas e comentadas. A sessão terminou com a icónica canção Grândola, Vila Morena, de Zeca Afonso, e foi um prazer descobrirmos que as gerações mais jovens ainda sabem de cor este “grito de guerra” que fez parte do 25 de Abril.

Deixamos aqui um vídeo comemorativo desta sessão, para que todos possam ter um “cheirinho” deste evento. Infelizmente, a banda sonora do mesmo não contemplou nenhuma canção icónica, porque o youtube anda obcecado com os “direitos de autor”. E só isto já é assunto para outro post


terça-feira, abril 27, 2021

Plano Nacional de Cinema - Lista de filmes disponíveis

 

Já estão disponíveis para requisição, através de streaming, os filmes do Plano Nacional de Cinema, através da sua plataforma. Citando fonte oficial do PNC, "A Plataforma de Filmes do Plano Nacional de Cinema é um serviço público e gratuito para as escolas inscritas no projeto do PNC. Trata-se de uma Plataforma Tecnológica de apoio ao projeto, articulada com a digitalização e preservação do património cinematográfico, muito em particular do cinema português, e que viabiliza o acesso digital das escolas aos filmes constantes da Lista de Filmes do PNC. Esta Lista é divulgada às escolas através do site do PNC e da plataforma de filmes."

Aconselhamos também a consulta do Facebook oficial, aqui, onde se encontram diversas sugestões de atividades, assim como exemplos de atividades já realizadas.

Também é possível requisitar os filmes para visionamento em sala de cinema, desde que o pedido seja realizado com antecedência, junto da coordenadora da equipa, a professora Maria João Brasão. Os pedidos para streaming poderão ser realizados junto da coordenadora ou dos restantes membros da equipa, os professores Vítor Brasão, Ana Rocha, Pedro Moreira, e Maria Alice Batista.

Fica em anexo a lista completa dos filmes disponíveis, aqui (clique na imagem / faça zoom depois de abrir o link para que fique legível).




sexta-feira, abril 23, 2021

5 de maio - Dia Mundial da Língua Portuguesa

 


A Biblioteca Escolar da Escola Secundária de Serpa juntou-se à iniciativa proposta pela Rede de Bibliotecas Escolares (aqui) e convidou os nossos alunos a realizar uma exposição virtual sobre a língua portuguesa no mundo. Os trabalhos decorreram na tarde da última quarta-feira no espaço do CRE.

O que é o Dia Mundial da Língua Portuguesa? Segundo a UNESCO, no seu site oficial, "A data de 5 de Maio foi oficialmente estabelecida em 2009 pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) - uma organização intergovernamental, parceira oficial da UNESCO desde 2000, que reúne os povos que têm a língua portuguesa como um dos fundamentos da sua identidade específica - para celebrar a língua portuguesa e as culturas lusófonas. Em 2019, a 40ª sessão da Conferência Geral da UNESCO decidiu proclamar o dia 5 de Maio de cada ano como "Dia Mundial da Língua Portuguesa". A língua portuguesa é não só uma das línguas mais difundidas no mundo, com mais de 265 milhões de falantes espalhados por todos os continentes, como é também a língua mais falada no hemisfério sul. O português continua a ser, hoje, uma das principais línguas de comunicação internacional, e uma língua com uma forte extensão geográfica, destinada a aumentar."

Queremos agradecer às turmas 12ºC e 10ºC pela participação e pelo empenho revelado na realização das tarefas, e queremos também endereçar um agradecimento muito especial à professora de Português das turmas, a professora Maria João Brasão, pela sua colaboração incansável com as nossas atividades.

Podem ver a exposição virtual criada pelos nossos alunos aqui.

Comemorações do Dia Mundial do Livro - 23 de abril

 

Neste dia 23 de abril, aproveitando a proximidade com o nosso Dia da Liberdade, que ocorre no próximo domingo, a Biblioteca Escolar acolheu a tertúlia literária sobre o tema da Liberdade da turma 12º C.


A tertúlia iniciou com a apresentação de poemas em Inglês, sob a orientação da professora Susana Moreira.


Seguiram-se os poemas em Português, disciplina da professora Maria João Brasão.


Por último, tivemos o prazer de escutar alguns alunos da Academia Sénior de Serpa. Tínhamos o nosso espaço decorado a rigor, com um estendal sobre direitos humanos e com várias capas de revistas sobre o tema, assim como uma exposição com uma seleção de livros e filmes sobre a liberdade.

Queremos agradecer a todos os que estiveram presentes pela sua participação, queremos agradecer de forma muito especial aos professores e professoras da turma por terem trazido este evento para o nosso espaço, que é um espaço de todos. No futuro, tal como nos diz o nome do nosso blogue, a porta estará sempre aberta!


quinta-feira, abril 22, 2021

Livro(s) da Semana -Coleção Caminhos da Liberdade


Já dedicámos a nossa estante do mês ao tema da Liberdade. Desta vez, o livro da semana será uma coleção muito especial: uma coleção dedicada a explicar às crianças (e aos outros) por que motivo existe a fome no mundo, por que motivo a injustiça reina, por que razão a violência doméstica tem que ser combatida, e muitas, muitas outras questões.

Olhando para os títulos, qualquer adulto exclama “Dah!”. Porém, à medida que vamos lendo os livros, chegamos à conclusão de que nada é simples, e os seres humanos são provavelmente a espécie mais complicada ou talvez mais burra do planeta Terra. Por exemplo:

·         Como é que num mundo onde há tanta, tanta, tanta comida, continua a haver tanta gente com fome?

·         Como é que chegámos ao absurdo de comprarmos laranjas vindas de Marrocos e vendermos as nossas laranjas para França? Não era suposto comermos as nossas laranjas?

·         Por que motivo a Justiça é tão cara e não é cega? Não seria mais fácil baixar os preços dos custos dos tribunais, para os advogados poderem angariar mais clientela?

·         Por que motivo é tão fácil ganharmos direitos, mas é tão difícil mantê-los?

Estas são apenas quatro das muitas questões que nos fazem arrancar cabelos e quase perder a fé na Humanidade. E se já é difícil para um adulto compreender o mundo à sua volta, que dizer então das crianças?

Ora, para responder a todas estas perguntas, a coleção Caminhos da Liberdade foi criada de propósito para ajudar pais e professores. Está escrita de uma maneira tão clara e tão objetiva, que estes livros acabam por fazer parte da categoria “dos 8 aos 80”. São mais de 15 títulos, e a nossa biblioteca dispõe de 10.

Portanto, já sabem: se tiverem para aí um puto entre os 9-10 anos na fase das perguntas, é só levarem uma destas joiazinhas para casa. Garantimos que não se arrependerão.

E – ou muito nos enganamos – as crianças que lerem esta coleção saberão mais do mundo do que nós…


terça-feira, abril 20, 2021

Estante do mês de Abril - Abril, Mês da Liberdade

 


Que bom, já estamos todos desconfinados. Hip hip Hurra!!!

Até quando? Não se sabe. Tudo dependerá da população, que terá de manter as regras de distanciamento, higienização e máscaras para todos. Já falta pouco para o pesadelo acabar, por isso não vamos agora “morrer na praia”.

E não é por acaso que – a propósito das comemorações do 25 de Abril – muitos são aqueles que dizem sentir-se prisioneiros, fechados, confinados. Muitos queixam-se de que esta situação é um quebrar dos nossos direitos individuais, e muitos são aqueles que acreditam que os governos de todo o mundo, à baila do Covid 19, estão a criar um sistema big brother que será difícil destruir, uma vez terminada a pandemia.

Todas estas questões e medos são pertinentes e válidos, até porque vivemos num Gulag chamado Google e redes sociais. E o mais assustador reside no facto de que toda a gente sabe disto, mas poucos ainda não se aperceberam da ameaça que estes grandes impérios são para a Liberdade.

Por isso mesmo, a estante do mês de Abril será dedicada a este tema acima mencionado, e andará de mãos dadas com uma exposição e atividades na biblioteca, relacionadas com as liberdades interior e exterior. São muitos, muitos livros que focam esta questão. Selecionámos alguns deles.

Pensem, questionem, leiam. Porque os livros ainda não estão proibidos. Ainda.

 

Link da estante do mês de Abril:

https://issuu.com/sandracosta075/docs/estante_de_abril.pptx

 

Imagem retirada de:

http://timhillpsychotherapy.com/what-would-you-do-with-your-freedom/


23 de abril: Día del libro y Día de Miguel de Cervantes

 

“Don Quijote de la Mancha” de Miguel de Cervantes, publicada en 1605, fue la obra más traducida tras la Biblia. Está considerada la obra cumbre de la literatura castellana y una de las más importantes de la literatura universal. Ha influido de modo determinante en la literatura, en la filosofía y en el arte, pero ¿por qué?

Ve el documental y contesta a las preguntas:

¿Por qué El Quijote sigue siendo tan conocido tras 400 años?

¿Qué representa El Quijote actualmente?

 Pincha en la imagen arriba para saber más.

segunda-feira, abril 19, 2021

Detetar e combater a desinformação

 


A pandemia demonstrou a rapidez com que as informações falsas se propagam em linha. Mais que nunca, devemos tentar combater a desinformação, aprender a detetar notícias falsas e manter um espírito crítico face ao mundo e ao que vemos, ouvimos e lemos, pois todos os dias somos confrontados com informações que não são verdade. Assim, a União Europeia construiu uma série de atividades, das quais se destaca a apresentação abaixo, e que recomendamos a todos os alunos, professores, e restantes membros da comunidade educativa.


 

Poderão aceder à versão completa aqui, onde se incluem as diversas atividades.


sexta-feira, abril 16, 2021

Clube Proteção Civil

 


O Clube de Proteção Civil, coordenado pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Beja, agrega regularmente trabalhos das escolas do distrito de Beja no seu jornal. Tal como em edições anteriores,  incluem-se também trabalhos de alunos do nosso agrupamento de escolas, trabalhos esses que foram realizados no âmbito deste clube, mais concretamente pelos alunos da EB1 de Vila Nova de São Bento, como poderão ver na imagem seguinte.


Podem também aceder ao jornal completo aqui.