sábado, março 20, 2010

...E Hoje É O Dia Mundial Sem Carne!

 

clip_image002

A ideia surgiu há 25 anos (adivinhem onde?) nos Estados Unidos da América (claro!) e partiu da FARM (em Inglês, Farm Animal Reform Movement, Movimento Reformista em Prol dos Animais), uma associação que defende o Vegetarianismo.

Independentemente de concordarmos ou não com os vegetarianos (e há bastante polémica à volta das “crianças veggies” e da sua alegada má nutrição), uma coisa nós temos que admitir: o tempo em que o Ser Humano precisava de muita carne terminou. Há dezenas de milhar de anos atrás, os humanos eram uma espécie nómada e caçadora. Precisávamos de andar muito, precisávamos de muita energia para nos mantermos de pé e com saúde. Porém, tornámo-nos sedentários, e em demasia. Para piorar as coisas, a Mãe Natureza não contava com uma excelente invenção do século XX: o frigorífico caseiro. Mais ainda, quem comia carne em grandes quantidades eram os ricos, e não os pobres. Em suma: já não precisamos de tanta carne na nossa ementa. Finalmente, importa referir que estudos recentes têm vindo a demonstrar que o seu consumo excessivo aumenta a violência nas crianças e nos adolescentes.

Hoje assistimos ao contrário: come-se demasiada carne e poucos legumes, e 30% das crianças portuguesas são hoje obesas. Esperemos, portanto, que este dia também sirva para ajudar os pais e as escolas a reflectirem sobre a dieta alimentar dos seus filhos/alunos. Além disso, esta data comemorativa também é uma forma de nos alertar para a qualidade daquilo que nós comemos: vale a pena gastarmos dois euros num frango de aviário, que é só água, químicos que fazem muitíssimo mal à saúde, carne adoentada e um sofrimento desnecessário para o animal? Ou não será melhor gastarmos um pouquito mais num bouquet de espinafres e num pacote de soja? Já nem falamos do peixe, cujos preços estão pela hora da morte...

As nossas escolhas, é claro, são sempre pessoais.

Imagem retirada de:

http://1.bp.blogspot.com/_ycOVwiqAqQM/ScPQXfuqimI/AAAAAAAAAXU/8idMVkeQ_u4/s320/vegan[1].gif

Sem comentários: